Jovens concluem curso de Aprendizagem Rural, na Usina Caeté

Sim, assim como disse Gonzaguinha, nós somos “eternos aprendizes”, somos aprendizes da vida, nós aprendemos uns com os outros todos os dias, e é por isso que agradecemos pela oportunidade que nos foi dada. Palavras de um dos 25 concluintes do Programa Jovem Aprendiz, da usina Caeté, na ocupação de Mecanização Agrícola.
Após oito meses de treinamento, eles receberam os certificados de qualificação, na quarta feira (26 de março de 2017). Durante o período de aprendizado, cumprido em 800 horas, os jovens do município de São Miguel dos Campos, na Região Sul de Alagoas, foram funcionários temporários da empresa, contando com uma remuneração de meio salário mínimo e registro na Carteira Profissional.
A coordenadora do Programa Jovem Agricultor Aprendiz de Alagoas, Graziela Freitas, destaca que a iniciativa impulsiona o intelecto dos alunos para as habilidades técnicas de várias áreas que compreendem o meio rural, tornando-os aptos ao desempenho de um novo ofício.
“O programa contribui significativamente para o desenvolvimento profissional de um público carente de oportunidades, como são os jovens do campo. Além de garantir o direito à profissionalização, prevista na Constituição Federal de 1988, regulamentada pela Lei de Aprendizagem 10. 097/2000 e o decreto 5598/2005, enfatizou a coordenadora.
Na contramão da crise, nos deparamos com a expansão do setor agrícola no Brasil, que incrementa a economia e requer mão de obra qualificada na mesma proporção.

COMPARTILHAR