Associativismo melhora a vida de mulheres em Água Branca

O dia 5 de outubro de 2017 é um marco na vida de 48 mulheres do município de Água Branca, sertão alagoano, a 308 quilômetros da capital Maceió. Foi nesta data que elas criaram a Associação Comunidade em Ação – Arca – com o objetivo de incrementar a produção agrícola. A ideia nasceu durante o curso de Associativismo oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar Alagoas – em parceria com o Sebrae.

“Decidimos criar a associação após percebermos a necessidade de valorizar a nossa produção, nossa cultura local, e a importância de os moradores da comunidade trabalharem juntos em prol do bem comum”, afirma Patrícia dos Santos Pereira Henrique, 29, vice-presidente da Arca.

As associadas também foram alunas do Senar Alagoas e do Sebrae no curso de Processamento da Mandioca. Produzem farinha, tapioca e bolos típicos da região. A criação da Arca incrementou a renda das famílias. “Nossa produção aumentou em 50%, os produtos são comercializados na feira local e também em municípios vizinhos”, explica Patrícia.

A Arca ainda funciona em local provisório, mas é nos encontros que as associadas fortalecem o sentido de comunidade, a harmonia e cooperação, e traçam estratégias e ações que ajudem a difundir a agricultura local, por meio do fornecimento de produtos. “Incentivamos a participação em palestras e outros eventos. Cada associada que se capacita, replica o que aprendeu para as demais”, diz a vice-presidente da associação.