Senar auxilia ovinocultores de Delmiro Gouveia no combate à dermatite

Pedro Alexandre identificou o problema nas primeiras visitas técnicas

Ovinocultores do município de Delmiro Gouveia, no sertão alagoano, a 249 quilômetros da capital Maceió, ganharam o apoio da assistência técnica e gerencial do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar Alagoas – para combater uma dermatite que tem acometido os rebanhos.

Zootecnista e técnico de campo do Senar, Pedro Alexandre Miranda identificou o problema nas primeiras visitas às propriedades, no início de abril, nos povoados Pedrão, Riacho da Areia, Araçá e nos assentamentos Mandacaru e Jurema. Agora, o trabalho é para identificar a causa da doença.

“Quando começou a época de chuva, os produtores perceberam a vastidão de uma forrageira chamada Malva Branca. Eles desconfiam que essa planta é a causa ou que é sarna mesmo. No caso da sarna, não sabem identificar o motivo. A situação está sendo analisada por um veterinário da região”, explica Pedro Alexandre.

Segundo o zootecnista, a dermatite acomete principalmente animais de pele e pelo brancos, mas também está presente em ovinos de pele preta e pelo branco. “Os sintomas são o couro duro e cascudo na região afetada, com sinais de vermelhidão. Como o animal fica coçando a região, provoca feridas”, observa.

Importância da assistência

Doença acomete principalmente animais de pele e pelo brancos

Pedro Alexandre também identificou que os ovinocultores estavam tentando combater a dermatite com produtos e técnicas popularmente conhecidos, a exemplo do óleo queimado e do spray prata, mas sem a certeza da sua eficácia. “A assistência técnica e gerencial do Senar é importante para que os produtores possam ter o maior entendimento do problema e adotar as soluções mais adequadas”, comenta o técnico de campo.

“As pessoas costumam reproduzir práticas dos pais, dos avós, mas que não têm eficácia, não curam a dermatite e podem afetar a saúde do produtor, dos seus familiares, dos animais e até das plantações na propriedade. Com a assistência técnica, o profissional capacitado e atualizado se utiliza de métodos e medicamentos eficazes e efetivos no tratamento da doença”, endossa a coordenadora de Assistência Técnica e Gerencial do Senar Alagoas, Luana Torres.