Mais Pasto realiza Dia de Campo em Santana do Mundaú

Dia de Campo em Santana do Mundaú

A oitava turma do Mais Pasto iniciou as atividades na última semana. Além do encontro bimestral de capacitação, espécie de aula aberta ao público em geral, os pecuaristas puderam participar de um Dia de Campo na Fazenda Gabriela, município de Santana do Mundaú.

Durante o Dia de Campo, os produtores puderam ver de perto os bons resultados na propriedade gerados a partir de ações como a construção de cerca elétrica eficiente; pré-pastejo e pós-pastejo com alta carga; área social com aproveitamento de aguadas naturais; e implantação de sombreamento para o gado.

Carioca radicado na Paraíba, o pecuarista Bernard Lins é o proprietário da Fazenda Gabriela. Ele conheceu o Mais Pasto em 2017, durante um congresso sobre pastoreio voisin em Maceió, e entrou no programa em fevereiro de 2019. Hoje, os ganhos são evidentes.

“Tivemos uma grande mudança de postura de aceitação de novas ideias entre os funcionários, a implementação da cerca elétrica reduziu o esforço da equipe, a forma de manejo muito eficiente fez com que o gado ficasse mais tranquilo, mais manso. Além disso, tive um ganho direto de 80% a mais de produtividade. Antes eu fazia o manejo com 120 animais, no mesmo espaço de terra onde hoje rodam 200. Acredito que, no inverno, terei um ganho de 100%”, comenta o produtor.

O programa
Criado pelo Senar Alagoas em parceria com o Sebrae, o Mais Pasto é um programa de consultorias que capacita pequenos e médios pecuaristas para a utilização racional da pastagem e a gestão da propriedade rural. O objetivo é garantir o máximo aproveitamento do potencial dos pastos e melhorar os resultados econômicos para o produtor, seus familiares e funcionários.

A partir do diagnóstico da situação de cada propriedade, um plano de melhorias, ações e investimentos é elaborado. Além da consultoria coletiva, com encontros periódicos, o programa garante acompanhamento técnico, com visitas mensais de instrutores do Senar Alagoas às propriedades. Os bons resultados do Mais Pasto chamaram a atenção de produtores de outros países, como Argentina, Colômbia e México.