Parceria da CNA com a Microsoft fornece tecnologias educacionais gratuitas aos alunos do Sistema

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA – firmou um protocolo de intenções com a empresa multinacional em tecnologia Microsoft para disponibilizar, gratuitamente, ferramentas e conteúdos aos alunos e colaboradores do Sistema CNA/SENAR/ICNA e da Faculdade CNA.

A parceria prevê o uso gratuito e ilimitado da Solução Office 365, além de acesso a plataformas educacionais, capacitação, empreendedorismo e cidadania. Com o Microsoft 365 serão disponibilizados os aplicativos convencionais do Office 365 online tais como Word, Excel, PowerPoint.  Ainda estarão disponíveis os aplicativos OneDrive, OneNote, SharePoint Class Notebook, Staff Notebook, Dynamics 365, Power BI, Project Online e Flow.

O diretor de Inovação e Conhecimento do Senar, Luís Tadeu Prudente Santos, afirmou que, inicialmente, o acesso ao Office 365 está sendo disponibilizado para os alunos dos Centros de Excelência em Fruticultura, de Juazeiro (BA), e em Bovinocultura de Corte, de Campo Grande (MS).

“A intenção é expandir, ainda mais, este acesso para beneficiar os produtores e trabalhadores rurais que utilizam os serviços educacionais do Sistema em todo o Brasil. Essas tecnologias irão agregar valor à formação dos estudantes, complementando a aprendizagem. Afinal, a inovação é um dos grandes fatores de sucesso da agropecuária brasileira”, destaca Luís Tadeu.

De acordo com a diretora de Educação Profissional e Promoção Social do Senar, Andréa Barbosa, as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC’s) poderão ser aplicadas à metodologia de educação desenvolvida e já utilizada pelo Senar. “A Microsoft está disponibilizando uma ferramenta muito poderosa de aprendizagem”.

O coordenador de Inovação do Senar, Paulo Sérgio Sousa, explica que o Office Microsoft 365 torna possível a comunicação em tempo real entre alunos e professores. “Os instrutores poderão criar avaliações, pesquisas e questionários e apresentações para a web de maneira rápida e prática”.

O protocolo de intenções prevê ainda a implantação de projetos específicos de empreendedorismo, como apoio a startups e ações de cidadania para doação de software de acordo com as políticas internas das entidades.

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR
Foto: Tony Oliveira