Presidente da Faeal prestigia solenidade de outorga de bolsas da Fapeal/Emater

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Alagoas – Faeal –, Álvaro Almeida, prestigiou na manhã desta quinta-feira, 1º de agosto, a solenidade de assinatura do termo de outorga das bolsas de Extensão Tecnológica, Técnica e Apoio a Pesquisa para os profissionais selecionados no edital 001/2019, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas – Fapeal – em cooperação com o Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas – Emater.

A solenidade aconteceu na sede da Emater, no bairro do Jaraguá, em Maceió. O objetivo do edital é promover a concessão de bolsas para profissionais em chamadas anuais, direcionando-os às pesquisas no Agreste, Médio e Alto Sertão, Baixo São Francisco e Grande Mata Alagoana. 20 profissionais foram aprovados no processo seletivo, entre agrônomos, zootecnistas e técnicos agrícolas.

“Vocês têm a obrigação de exercer as atividades para as quais assumiram o compromisso com muita presteza e muito respeito, primeiramente a vocês mesmos, enquanto profissionais, e, depois, a todos os produtores rurais que vão atender, sejam eles pequenos, médios ou grandes”, ressaltou Álvaro Almeida, em discurso direcionado aos selecionados.

Mesa do evento

O presidente da Faeal também destacou o empenho do Governo do Estado para promover o desenvolvimento rural. “Logicamente estaríamos mais felizes com este espaço lotado, com 200 a 300 profissionais selecionados para servir a Alagoas, e não há nenhuma crítica ao Governo aqui. Tenho certeza que as condições não permitem, mas, se permitissem, isso estaria acontecendo”, comentou Almeida.

Segundo o diretor-presidente da Emater, Elizeu Rego, a meta é dispor de um técnico em cada município. Hoje, cerca de 75 profissionais trabalham efetivamente na área rural, para atender às 102 cidades alagoanas. “A situação é difícil e precisamos trabalhar com responsabilidade. Não adianta contratar e depois não poder pagar. Mas temos buscado soluções, inclusive tecnológicas, para atender ao estado da melhor forma possível”, afirmou.

Profissional assina termo de outorga ao lado do secretário de Estado da Agricultura

O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Silvio Bulhões, também prestigiou o evento e ressaltou a importância da inserção dos profissionais para que Alagoas possa superar desafios, a exemplo da retração no setor sulcroenergético e da necessidade de uma produção mais efetiva no Canal do Sertão. “Tudo isso só será feito com assistência técnica, com extensão rural, com pessoas”, ponderou.

A solenidade também contou com a participação do ex-secretário de Estado da Agricultura, Álvaro Vasconcelos.

Discurso do diretor-presidente da Emater