Senar AL inicia aulas do Curso Técnico em Agronegócio nos novos polos

Aula inaugural aconteceu nos municípios de Olho D’Água das Flores e Junqueiro

Aula em Olho D’Água das Flores

Os 50 calouros do Curso Técnico em Agronegócio oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar – em Alagoas iniciaram as aulas neste sábado, 23. Eles estão divididos em dois novos polos, localizados nos municípios de Junqueiro e Olho D’Água das Flores. Na aula inaugural, os alunos conheceram melhor o Senar e a Rede E-Tec Brasil, receberam informações sobre o curso – metodologia, organização pedagógica, administrativa e avaliação escolar – e o campo de trabalho para um técnico em Agronegócio.

Em Olho D’Água das Flores, a aula inaugural foi ministrada pela tutora Vânia Cristina e os estudantes também receberam orientações do coordenador dos tutores, Isaac Ferreira, e da coordenadora pedagógica do programa em Alagoas, Andrea Almeida. Aos 30 anos e grávida de cinco meses, a agricultora Iara Vitor da Silva de Góis, do povoado Sítio Minador, comemora a possibilidade de se tornar técnica em Agronegócio. “Estou muito ansiosa e feliz por ter sido aprovada em um processo seletivo muito concorrido. Sei que precisarei me afastar um pouco, porque vou ganhar bebê, mas já estou me programando para não perder nada deste curso que é muito bom”, afirma.

Grávida de 5 meses, Iara também vive a expectativa da capacitação profissional

A expectativa também é das melhores para a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Olho D’Água das Flores, Maria das Neves da Silva Souza. “Estamos muito felizes com este curso que é novo para a nossa comunidade e permite que essas pessoas possam ampliar a visão sobre o que é o agronegócio em nosso país. Esta era uma carência nossa e, por isso, o número de inscritos foi tão grande”, observa.

Em Alagoas
Além das aulas inaugurais em Olho D´Água das Flores e Junqueiro, o dia também foi de retorno às atividades para os estudantes do Curso Técnico em Agronegócio espalhados nos outros sete polos do Senar em Alagoas. O objetivo é formar profissionais habilitados na análise, execução e controle dos procedimentos de gestão e comercialização do agronegócio, voltados à atuação em empresas e propriedades da agropecuária brasileira.

Para Maria das Neves, curso amplia a visão sobre o agro no Brasil

O Curso Técnico em Agronegócio tem duração de quatro semestres e a metodologia envolve 80% de atividades a distância e 20% presenciais. A carga horária total é de 1.230 horas/aula, incluindo teorias e práticas nos polos de apoio e em propriedades rurais. Os estudantes fazem visitas técnicas, estudos de caso, articulação com o setor produtivo, desenvolvem projetos, entre outras ações. Também contam com o suporte de apostilas impressas, videoaulas e do Ambiente Virtual de Aprendizagem, onde podem participar de fóruns de discussão e tirar dúvidas online com os tutores, além do acompanhamento nos encontros presenciais.