CNA Jovem: alagoana chega à reta final

Maria Eduarda Xavier (estagiária sob supervisão)

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA – divulgou que o desafio final do programa CNA Jovem está se aproximando e, dentre os participantes, há a alagoana Lívia Chaves.

Natural de Maceió, Lívia tem 28 anos, é engenheira agrônoma, mestre em Produção Vegetal, com pesquisa na área de Tecnologia de Sementes, e doutoranda com estudos na área de Proteção de Plantas. Sua área de foco no programa é a institucional e seu projeto se chama Elo8.

O Elo8 nasceu a partir da percepção sobre a ausência de diálogo entre jovens do campo e da cidade. A ausência de diálogo é ocasionada por diversos fatores educacionais, sociais, culturais ou geográficos. O propósito do projeto é criar um espaço seguro para o diálogo sobre sustentabilidade do sistema alimentar, entre os diversos jovens que vivem entre a cidade e o campo.

“O tema guarda-chuva que direcionamos foi sistema alimentar, pois ele envolve toda cadeia, desde a produção do alimento até a comercialização. Acreditamos que é uma pauta comum, que une esses dois grupos”, explica Lívia Chaves

Muito já foi ensinado e aprendido ao longo dos últimos 10 meses de programa. Profissionais renomados nacional e internacionalmente realizaram mentoria com os jovens. Para chegar no desafio principal, é necessário participar de algumas etapas anteriores. No momento, o trabalho é para mapear os jovens líderes do campo e da cidade.

“Nós realizamos entrevistas com os jovens para levantar as necessidades e demandas e entender quais são as dores deles sobre o sistema alimentar. Assim, poderemos nos conectar genuinamente com o nosso beneficiário e trazer melhorias ao atual sistema alimentar”, pontua Livia Chaves, sobre o Elo8.