Instrutor do Senar Alagoas vence prêmio nacional de vídeos educativos

Ícaro Victor produziu material com recomendações para o produtor obter sucesso na produção de ovos de sistema caipira

Confira o momento da premiação do Ícaro Victor

O zootecnista Ícaro Victor Valério de Souza Santos, instrutor, tutor e técnico de campo do Senar Alagoas, é um dos dez vencedores do 1º Prêmio de Vídeos Educativos da Formação Profissional Rural e Promoção Social promovido pela Administração Central do Senar. O resultado foi anunciado em live realizada nesta sexta-feira, 29, no YouTube. O concurso foi direcionado a instrutores credenciados junto às regionais do Senar em todo o país e os ganhadores receberão um smartphone com tripé e high light.

“Esse concurso foi realizado no segundo semestre de 2020 e teve o objetivo de destacar a importância do trabalho do instrutor engajado na produção de vídeos como uma fórmula de estímulo à disseminação de conhecimento ao nosso público do meio rural”, explicou a diretora de Educação Profissional e Promoção Social do Senar, Janete Almeida.

Ao todo, 66 vídeos participaram do concurso. Os vencedores passaram por duas etapas de seleção, a primeira feita pelas equipes técnicas de cada regional do Senar e a segunda por uma comissão da Administração Central. Foram avaliados os seguintes critérios: postura didática e técnica do instrutor; conteúdo educativo com caráter propositivo, com o tempo mínimo de 3 e máximo de 8 minutos; qualidade das imagens e áudio; criatividade, originalidade, pertinência e contextualização; inserção de gráficos, ilustrações, mapas mentais, entre outros elementos.

O vídeo de Ícaro Victor apresenta recomendações para o produtor obter sucesso na produção de ovos de sistema caipira. “Eu recebo este prêmio com muita alegria. Para nós, que lidamos com a cadeia produtiva diariamente, ações de reconhecimento como esta são de suma importância, um estímulo para que possamos sempre melhorar. Eu mesmo não tinha muita experiência com a produção de vídeos e o prêmio me motivou a aprender. Agora, pretendo utilizar mais esta ferramenta como forma de compartilhar conhecimento e aumentar minha rede de contatos profissionais”, diz o instrutor do Senar Alagoas. Confira o vídeo:

Os outros vídeos premiados são dos estados de Amazonas, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Roraima e Santa Catarina. Todos estão disponíveis no endereço youtube.com/agrofortebrasilforte e comporão a videoteca que o Senar deve lançar em breve, com conteúdos sobre diversos temas de interesse do meio rural.

Sempre com o produtor
O diretor geral do Senar, Daniel Carrara, destacou que o prêmio de vídeos integra uma serie de iniciativas criadas para estimular e intensificar as comunicações e as iniciativas na área de educação a distância, sobretudo, no contexto da pandemia. O objetivo inicial foi garantir a manutenção do apoio e dos serviços oferecidos aos produtores rurais, mesmo durante o isolamento social, mas a estratégia de utilização dos vídeos continuará sendo fortalecida.

“Além da nossa plataforma e da multiplicação de matrículas autorizadas, também estimulamos os nossos técnicos de campo e instrutores a manter uma comunicação com o produtor rural e uma das formas mais efetivas hoje de transferência de tecnologia é o vídeo. A ideia desse concurso foi estimular a utilização desta ferramenta para a produção de conteúdos que a gente possa continuar utilizando – não só na época da pandemia – como estratégia de transferência de conhecimento e manutenção do nosso apoio, dos nossos serviços ao produtor rural brasileiro”, afirmou Carrara.

Para que os instrutores pudessem entender melhor o processo de produção de vídeos, o Senar criou e disponibilizou o Guia de Orientações para Produção de Vídeos Educacionais e Conectividade em Redes Sociais. Coordenadora de Formação Profissional Rural e Promoção Social do Senar, Deimiluce Coaracy ressaltou que a videoaula é um recurso didático com grande potencial de estímulo sensorial e do processo cognitivo dos participantes, pois possibilita a associação de elementos visuais, sonoros e interativos com o objetivo de transmitir, de forma eficiente, um conhecimento.

“Para que tragam os resultados esperados, os vídeos educativos precisam ser utilizados de forma correta, englobando todos os elementos necessários para que o discurso adotado seja coerente e fluido. No contexto dos eventos do Senar, nós esperamos que todos esses vídeos possam ser também usados como recurso didático auxiliar em todos os eventos de formação profissional rural e promoção social, pois são muito importantes para reforçar e complementar conteúdos”, argumentou Deimiluce.