“Sem o Senar, o Agronordeste não funciona”, afirma superintendente do Mapa em Alagoas

O superintendente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em Alagoas, Jader Oliveira, fez uma visita institucional ao presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Alagoas – Faeal –, Álvaro Almeida, na tarde dessa segunda-feira, 8. O objetivo foi estreitar ainda mais a relação entre as instituições e discutir sobre as possibilidades de expansão do Programa Agronordeste.

“É uma questão que temos trabalhado muito e queremos fazer evoluir ainda mais. A nossa ideia é não esperar que Brasília nos mostre o caminho da extensão do Agronordeste. Já temos trabalhado algumas ações nas regiões de Maragogi e Piranhas, alguns projetos com a Embrapa e a participação do Senar é vital. Sem o Senar, o Agronordeste não funciona”, avalia Jader Oliveira.

Para Álvaro Almeida, a visita do superintendente do Mapa em Alagoas, que por muito tempo precisou ser adiada por conta da pandemia, é de suma importância para a aproximação entre as instituições. “Não adianta as instituições trabalharem de forma isolada. É preciso unir esforços, trocar ideias, ouvir sugestões e fazer com que o agronegócio se desenvolva cada vez mais, porque o agro é quem sustenta a economia do Brasil e aqui em Alagoas não é diferente”, ressalta o presidente da Faeal.