Senar Alagoas reúne Técnicos de Campo para dialogar sobre a Assistência Técnica e Gerencial em 2021

Maria Eduarda Xavier (estagiária sob supervisão)

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar Alagoas – reuniu técnicos de campo para receber sugestões e sanar dúvidas sobre como acontecerão as ações de assistência técnica e gerencial oferecidas aos produtores rurais no ano de 2021. O encontro aconteceu no último dia 9, na sede do Senar, em Maceió.

Os técnicos de campo tiraram dúvidas sobre o funcionamento do Sistema de Gestão da Assistência Técnica e Gerencial – Sisateg –, onde eles podem agendar visitas às propriedades e cadastrar informações em relatórios. Também contribuíram com sugestões de melhorias para a ATeG.

Para Sidney Rocha, supervisor de Assistência Técnica e Gerencial do Senar Alagoas, a presença dos técnicos de campo nas pequenas e médias propriedades é muito importante para os produtores rurais assistidos. “Temos exemplos que comprovam o aumento da produção e da renda dos produtores e suas famílias, e isso se dá pois trabalhamos com excelentes profissionais, responsáveis e comprometidos em promover adequações tecnológicas associadas à consultoria gerencial nas propriedades”, comenta.

Atualmente, cerca de 1100 produtores rurais são beneficiados com a assistência técnica e gerencial oferecida pelo Senar Alagoas. Dos 38 grupos, 35 estão vinculados ao Programa Agronordeste, iniciativa capitaneada pelo Governo Federal com parceria do Sistema CNA/Senar e da Anater. Outros três são atendidos por meio de programas próprios da regional do Senar.

As expectativas para o ano de 2021 são as melhores possíveis, pois a tendência é que a ATeG possa continuar impactando positivamente mais produtores rurais e suas famílias. “É um grande desafio manter os produtores motivados até o fim, mas não é uma missão impossível”, pontua Juliana Rego, técnica de campo do Senar Alagoas.